Natureza contra a depressão

A depressão é uma das doenças mais comuns do mundo moderno em grandes cidades. Um dos fatores que podem agravar esse estado ou até mesmo desencadeá-lo é a falta de contato com a natureza e a urbanização descontrolada.

Uma pesquisa realizada por especialistas das Escolas de Medicina e de Artes e Ciências da Universidade da Pensilvânia, confirmou a relação entre os efeitos do contato com a natureza, ou a falta dele, e a depressão.

No estudo, os pesquisadores selecionaram moradores da Filadélfia que viviam próximos a terrenos abandonados e que já faziam parte de um programa de revitalização promovido pela ONG: The Pennsylvania Horticultural Society.

<img title="Volunteer clean up of urban blight" data-portal-copyright="Istock" class=" wp-image-1905228" src="https://catracalivre.com.br/wp-content/uploads/2019/05/istock-854170872-450×300.jpg&quot; alt="EUA: voluntários plantam em terreno antes abandonado na Filadélfia” width=”422″ height=”281″ srcset=”https://catracalivre.com.br/wp-content/uploads/2019/05/istock-854170872-450×300.jpg 450w, https://catracalivre.com.br/wp-content/uploads/2019/05/istock-854170872-768×512.jpg 768w, https://catracalivre.com.br/wp-content/uploads/2019/05/istock-854170872-910×607.jpg 910w” sizes=”(max-width: 422px) 100vw, 422px” />

Terrenos baldios com lixo e mato vizinhos às suas residências foram revitalizados através da limpeza e cultivo de hortas. As entrevistas foram feitas antes e depois dos procedimentos acontecerem e os resultados foram surpreendentes: pessoas que vivem em um raio de até 400 metros das “áreas verdes” têm 41,5% menos chances de desenvolver depressão do que aquelas que vivem próximas a áreas abandonadas.

Outro estudo da mesma equipe verificou a redução de 29% de casos de agressão com armas nas áreas revitalizadas e diminuição de estresse e violência em geral.

Outros dados impressionantes se somam: casos de depressão entre pessoas que vivem em bairros abaixo da linha de pobreza caíram 68% depois das áreas vizinhas à suas casas serem limpas e cultivadas.

O periódico acadêmico “Frontiers in Psychology” divulgou resultados de outra pesquisa que se relaciona diretamente com as observações feitas na Filadélfia: caminhar ou permanecer em um local próximo à natureza por 20 minutos faz despencar os níveis de cortisol no sangue, mais conhecido como o “hormônio do estresse”.

Enfim a natureza é um santo remédio!

Veja também: Caminhar 90 minutos na natureza ajuda a combater depressão

Aproveite essas informações e contribua de alguma forma para diminuir a depressão, a violência e o estresse em sua comunidade ou bairro.

Procure iniciativas que já existem, convide mais gente para pensar e mãos à obra!

 

Use sua critatividade e senso de coletividade para promover a saúde ao seu redor.

Veja também: Sete maneiras de usar a natureza para combater o estresse

Natureza contra a depressão publicado primeiro em https://catracalivre.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s