Após acusação de estupro, Mastercard suspende comercial com Neymar

A Mastercard decidiu suspender a campanha publicitária Neymar que seria veiculada durante a Copa América. A decisão aconteceu após o jogador ser acusado de estupro e agressão.

Segundo a Folha, os comerciais divulgariam meios de pagamento por aproximação e, de acordo com a empresa, podem ser apresentadas após as investigações.

Neymar em campanha da Mastercard que foi cancelada

“Nós temos uma série de ativações de marketing planejadas para o decorrer do campeonato [Copa América] que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximação. Nós tomamos a decisão de parar aquelas ativações que incluem o embaixador da marca até que o assunto seja resolvido”, diz a empresa de cartões de crédito em nota.

A empresa não disse como pretende substituir as peças que veicularia com o camisa 10 da seleção e do PSG.

Nike preocupada

Na segunda-feira (3), a Nike, uma das principais patrocinadoras de Neymar, divulgou um comunicado em que se dizia preocupada com as acusações de estupro envolvendo o jogador.

“Estamos profundamente preocupados com essas acusações e seguimos acompanhando de perto a situação”.

Esta é uma repetição de como a Nike tratou suspeita semelhante envolvendo Cristiano Ronaldo, acusado por estupro nos Estados Unidos, no ano passado. Na época, o posicionamento tinha as mesmas palavras: “profundamente preocupados e continuaremos monitorando de perto a situação”. Mas apesar da polêmica, o contrato com o jogador português foi mantido. Cristiano é investigado, mas até hoje não saiu uma decisão conclusiva da Justiça americana.

Denúncia

Neymar Jr. foi acusado de estupro por uma mulher, que registrou boletim de ocorrência contra o jogador na última sexta-feira, 31, em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo (SP). Segundo a denúncia, o crime teria ocorrido no dia 15 de maio, em Paris (França), onde o atleta mora.

A TV Record divulgou uma foto de suposta agressão entre Neymar e mulher que o acusa de estupro

Os dois teriam se conhecido pelo Instagram e combinaram de se encontrar na capital francesa. Um assessor de Neymar teria feito a compra das passagens e a reserva no hotel Sofitel Paris do Arco do Triunfo, onde teria acontecido o caso de estupro.

Neymar nega as acusações, mas o portal UOL teve acesso a documentos, entregues pela vítima à polícia, comprovando a violência. De acordo com a reportagem, a brasileira relatou que o jogador chegou ao local, visivelmente embriagado, e agiu de forma agressiva antes do suposto crime. O laudo médico no corpo dela apontou hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de estresse pós-traumático em seu corpo. Os exames foram feitos seis dias depois do suposto estupro.

Veja também: Caso Neymar: culpado ou não, ele não deve ser tratado como vítima

Após acusação de estupro, Mastercard suspende comercial com Neymar publicado primeiro em https://catracalivre.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s