TV Globo é condenada em caso de advogada algemada no Rio

A Globo foi condenada a conceder direito de resposta à juíza leiga Ethel Tavares de Vasconcelos, que teria mandado prender e algemar a advogada Valéria Lúcia dos Santos durante uma audiência.

O caso ocorreu em setembro do ano passado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e foi exibido no programa “Encontro com Fátima Bernardes”.

A advogada Valéria dos Santos, que foi algemada durante uma audiência no 3º Juizado Especial Cível de Duque de Caxias

De acordo com a decisão da juíza Eunice Bitencourt Haddad, da 24ª Vara Cível, Ethel terá direito ao mesmo espaço que Valéria contou dentro do programa “Encontro”.

Em sua decisão, a juíza disse que a “emissora optou por mostrar apenas uma versão dos fatos, mesmo sabendo que o Tribunal de Justiça estava investigando o caso”.

A Globo tem 15 dias para cumprir a decisão, contados a partir da última segunda-feira (3), sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

À época, o Tribunal de Justiça do Rio concluiu que a juíza Ethel Tavares de Vasconcelos não havia cometido nenhuma infração e que não houve racismo.

Veja também: Advogada negra é algemada durante audiência no Rio de Janeiro

TV Globo é condenada em caso de advogada algemada no Rio publicado primeiro em https://catracalivre.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s