Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

‘Festival Arte como Respiro’ promove teatro, dança e circo online

Atenção, amantes das artes dos palcos! O Itaú Cultural preparou mais um presentão para vocês: o “Festival Arte como Respiro”, que exibe entre os dias 17 e 26 de julho gravações de espetáculos de teatro, dança, circo e performance, tudo online.

Os trabalhos podem ser conferidos no site do Itaú Cultural por 24h, contadas a partir da data anunciada para cada atração. Além disso, a programação, que será divulgada semanalmente, acontece em dois blocos: de 17 a 19 de julho e de 22 a 26 de julho.

Atriz Bárbara Paz apresenta cenas em vídeo no “Festival Arte como Respiro”

A maratona cênica é composta por 26 espetáculos completos, cenas teatrais, performances e quadros de dança e circo, que foram registrados antes ou durante o período da quarentena.

A curadoria da mostra priorizou trabalhos que discutissem questões sociais, raciais, de gênero e até situações individuais ou coletivas causadas pela suspensão social.

O que assistir

Para abrir o festival, na sexta-feira, dia 17, às 20h, o público confere algumas peças criadas durante a pandemia. Na série de vídeos curtinhos “Rezos da Xamãe Zanoia”, a atriz pernambucana Lívia Falcão interpreta uma índia que tem como missão rir de si mesma.

Ela vive em terras distantes e faz vídeo-chamadas para a Terra para compartilhar saberes sobre este momento. É claro que o trabalho é uma crítica à complicada situação enfrentada pelos povos indígenas brasileiros.

Outra atração da mostra é a série de vídeos “Rezos da Xamãe Zanoia”, da atriz pernambucana Lívia Falcão

Nesse mesmo dia, é possível conferir o espetáculo “O Louco e a Camisa”, dirigido pelo veterano Elias Andreato. Na peça, uma família é marcada pela convivência hipócrita entre pai, mãe, filhos e gênero. Esse núcleo tenta esconder o filho, que é tido como um louco por conta das suas ideias.

“O Louco e a Camisa”, dirigido pelo veterano Elias Andreato, é exibido logo na abertura da mostra

A primeira etapa da mostra ainda exibe “Histórias de Pescadores”, do Coletivo Zanzulim (Ceará), no domingo, dia 19, às 20h. Na peça, a história do bairro de Mucuripe, de Fortaleza, é contada de forma memorial, poética e afetiva.

“Histórias de Pescadores”, do Coletivo Zanzulim, narra memórias do bairro de Mucuripe, em Fortaleza

Outro destaque é “Mil e uma Noites Século Trans 21”, de Ave Terrena, Aretha Sadick, Leo Moreira Sá e Verónica Valenttino, gravada em uma videoconferência durante a quarentena. A peça fica disponível a partir das 20h do dia 22 de julho.

Na trama, esses artistas trans se apropriam da figura de Sherazad, protagonista do clássico “As Mil e Uma Noites”, que conta histórias noturnas para um rei para não ser morta por ele.

“Mil e uma Noites Século Trans 21” é um trabalho d@s artistas trans Ave Terrena, Aretha Sadick, Leo Moreira Sá e Verónica Valenttino,

E, no dia 23, a atriz Bárbara Paz apresenta “De Carne” (2020) e “Breathes on Solitude” (2020), vídeos-memórias visuais de confinamento sobre um mundo em suspensão. Trancada em seu apartamento em SP, a personagem ouve gritos e murmúrios dentro de si.

Também é possível conferir uma gravação de “Terror e Miséria no Terceiro Milênio – Improvisando Utopias”, com direção de Claudia Schapira, no dia 25, a partir das 20h. Na peça, inspirada na obra homônima do dramaturgo alemão Bertolt Brecht, nove atores e dois DJ ensaiam confinados em um teatro que lhes serve como uma fortaleza.

Um dos destaques é a peça “Terror e Miséria no Terceiro Milênio – Improvisando Utopias”, do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos

O trabalho é uma reflexão do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos para os tempos atuais. E, nessa espécie de jogo entre atores e personagens, diferentes visões do mundo se confrontam.

“Festival Arte como Respiro”

O festival reúne parte dos 200 trabalhos que foram contemplados pelos editais do Itaú Cultural, abertos no começo da pandemia de covid-19, em auxílio emergencial aos artistas que tiveram trabalhos suspensos.

As demais obras – de música, literatura, poesia surda, artes visuais e audiovisual – serão exibidas em mostras futuras… E nós vamos contar tudo para você!

Quer mais teatro online? Dá uma olhada nestas dicas:

Veja também: Peça imersiva ‘As Palavras da Nossa Casa’ ganha versão online

Veja também: Satyros trata vida na pandemia na peça online ‘A Arte de Encarar o Medo’

Veja também: Já conferiu o site do Cirque du Soleil com espetáculos online?

Veja também: #EmCasaComSesc garante teatro de qualidade na quarentena

‘Festival Arte como Respiro’ promove teatro, dança e circo online publicado primeiro em https://catracalivre.com.br

Autor: andreialisboarosa

Eu sou a Andreia Lisboa, trabalhei durante muito tempo como redatora de textos para revistas e revisão de textos para jornais. Estou intensamente ligada ao Marketing Digital e sua atuação no meio online. Sou blogueira a algum tempo e aprendi que as pessoas buscam por conteúdo de qualidade, por isso minha especialidade no Marketing Digital é escrever conteúdos qualificados, otimizados em SEO e que possam ajudar as pessoas. Meu objetivo é compartilhar com você experiências que possam te ajudar a ter sucesso trabalhando a partir de casa. Sim, o Home Office é a profissão do futuro. Além disso, gosto bastante de viajar e conhecer novos países e entender mais sobre suas culturas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: